Menu fechado

Divulgue-se!

Existe ótimas oportunidades de divulgação dos trabalhos para nossos filiados.
Um dos mais utilizados é o Indicador Profissional: após finalizado o processo de filiação, nossos associados  automaticamente passam a constar nos filtros de indicações (tanto atendimentos, quanto cursos), habitualmente solicitadas pela Clientela potencial via telefone e também via nosso site.
Basta manter-se em dia junto ao CRT (inclusive, quanto aos dados cadastrais de técnicas, endereços e telefones…) que automaticamente, os filiados mantém-se inclusos em nossos buscadores. As indicações profissionais, solicitadas tanto via www.crt.org.br, quanto por [email protected], quanto via 0800 042 0427 e (11) 3171-1913, são realizadas automaticamente, onde nossos sistemas cruzam os dados de proximidade de CEP e técnicas solicitadas, e justamente para que não se crie previlégios para este ou aquele filiado, é ordenado de forma aleatória, sendo que a nova consulta teremos uma lista de profissionais diferente da anterior;  via de regra, limitamos a um máximo de 5 nomes indicados por consulta.. 
Outra opção simples e sem necessidade de intermediação inicial: em nosso site www.crt.org.br , disponibilizamos para nossos filiados, no link Fóruns (que é self-service) a escolha da seção que mais adequa-se ao seus interesses, Cursos, Eventos, Palestras ou Materiais, Equipamentos, Ofertas de Trabalho, Locação de Consultórios ou Todas as Técnicas de Nossa Profissão .

Interessante ainda é conhecer as normas de postagem em Regras do Fórum .

Lembramos que para acessá-lo deverá digitar em Login o número de seu CRT (sem pontos) e sua senha inicial o número de seu CPF (sem pontos nem traços com 11(onze) digitos).
Pode também AMPLIAR sua visibilidade na INTERNET, usufruindo de site e e-mails PROFISSIONAIS, que são um dos inúmeros benefícios exclusivos aos filiados ao CRT. Ao invés de e-mails e sites “gratuitos” e/ou “genéricos”, que qualquer pessoa pode ter, seja ou não um PROFISSIONAL (tipo hotmail, bol, uol, terra, blogs, etc…), junto ao CRT você usufrui de dominios (“sobrenome” do seu site e e-mail) contendo o nome da PROFISSÃO ou da TÉCNICA. Por exemplos: [email protected], www.seunome.terapeutafloral.com.br ,etc, etc. 
Outra forma de divulgação de grande prestígio é remeter-nos artigos para a Revista Terapia Holística.
Sugeriremos que acesse a Revista já disponível, em especial, o Editorial, para assegurar-se que a proposta realmente é como deseja e ver alguns Artigos já publicados: ACESSAR A REVISTA
 
Um dos requisitos para podermos avaliar os artigos, é que primeiro ele esteja em conformidade à LEGISLAÇÃO brasileira, bem como às NTSVs – Normas Técnicas Setoriais Voluntárias da Terapia Holística e, até mesmo, com a proposta de aplicar termos adequados também do ponto de vista de uma divulgação positiva da imagem de nossa profissão. Basta manter-se sempre em dia com as obrigações estatutárias, ter sempre seus endereços e telefones atualizados em nossos sistemas, bem como nos comunicar cada atualização, inclusive, quanto às técnicas e cursos que praticar.
A idéia é que as revistas tenham conteúdos acessíveis também aos leigos.
Outrossim, é claro que existe espaço para divulgação de trabalhos mais aprofundados, Para tal, existe o Projeto Holopédia (www.holopedia.com.br), que se propõe a ser a ENCICLOPÉDIA da Profissão e que já conta com a postagem de vários TCC – Trabalhos de Conclusão de Cursos e Proposituras de palestras, com conteúdo, inclusive, em padrão ABNT de apresentação. Inclusive, o conteúdo poderá ser formatado como LIVRO, sendo incluído no rol das publicações oficial do Projeto Livroteca.
Pode nos remeter os artigos e trabalhahos para serem analisados, via e-mail [email protected] , em formato .DOC.
Uma das mais interessantes formas de divulgar-se é apresentar um tema como Palestra para o Congresso Holística.

Pertinente observar que, justamente por sermos uma organização séria e com finalidades sociais, da mesma forma que em hipótese alguma cobraríamos dos colegas para poderem palestrar (e esta prática é MUITO comum, inclusive em nossa profissão…), em contrapartida, também não pagamos para ninguém o fazer. 

Trata-se de uma troca de prestígio entre as partes, sem envolvimento financeiro.